Oficial de Shelter/Abrigo

 Fundação Ayuda en Acción é uma organização com presença internacional que, a partir de um compromisso global, luta contra a pobreza, a desigualdade e a exclusão desde o seu nascimento em 1981. Nosso âmbito de actuação está implantado na África, América Latina, Ásia, e desde 2013 também na Espanha. Naqueles territórios e assentamentos com maior vulnerabilidade e menos acesso às oportunidades para poder exercer seus direitos com igualdade e equidade. Uma organização não confessional e apartidária, comprometida com os valores que emanam do respeito aos Direitos Humanos e que cria a necessidade de gerar mudanças que possibilitem a justiça social, apoiando as causas que geram desigualdade de oportunidades, exclusão social e pobreza. Desde 2019 a Ayuda en Acción tem vindo a desenvolver projectos na área humanitária em Moçambique na Província de Cabo Delgado, no quadro da resposta à crise de deslocamentos internos provocada pela violência armada no centro / norte da Província.


Objectivo da posição

A Ayuda en Acción (AeA) está a implementar um Projecto coordenado pela OIM no âmbito do Projecto construção de abrigo e garantimento de higiene, agua e saneamento para deslocados internos e comunidades.

O Objectivo Geral do Projecto é minimizar a situação actual das comunidades deslocadas e anfitriãs em Cabo Delgado através da construções de abrigo e água e saneamento.

O Oficial de Abrigo/shelter estará baseado na cidade de Pemba, Cabo Delgado e terá a responsabilidade assistir a equipa de Coordenaçao no distrito de Metuge.


Responsabilidades e funções

  • Assegurar o acompanhamento regular das actividades implementadas e organizar visitas ao local de acordo com os requisitos específicos da AeA e do doador sob supervisão da coordenadora de Abrigo/CCCM;
  • Criação de grupos de representação das pessoas mais vulneráveis;
  • Identificação de vulnerabilidades, necessidades e conflitos;
  • Garantir que o género seja plenamente considerado ao longo do ciclo do projecto com as mulheres habilitadas a influenciar a tomada de decisões em torno de questões de abrigo, Wash & PSEA;
  • Identificação e fortalecimento da estrutura base comunitária;
  • Levantamento de informações relevantes através de encontros com grupos focais;
  • Supervisão e fortalecimento do trabalho de comités e de activistas comunitários;
  • Planificação e execução de distribuições massivas;
  • Analise das melhores estratégias de envolvimento comunitário;
  • Coordenação com técnicos das instituições relevantes no terreno.
  • Supervisão de obras de construção participativa;
  • Eventualmente, implementação e acompanhamento das actividades de campo na área de WASH sob supervisão da coordenadora de WASH;
  • Reporte com relatórios regulares sobre o desenvolvimento das actividades,
  • Documentação exaustiva das experiências e conhecimentos promovidas pelo projecto.

Requisitos:

Conhecimento e experiências

  • Pelo menos 2 anos de experiência com metodologias de facilitação, mobilização e treinamento da comunidade com perspectiva de Direitos e humanos e género;
  • Mínimo de 2 anos de experiência profissional no trabalho humanitário, de desenvolvimento ou social;
  • Pelo menos 2 anos de experiência na implementação de Projectos de Reconstrução Gestão de Projectos de construção participativa;
  • Experiência na construção e reabilitação de abrigos em contexto de emergência ou recuperação;
  • Experiência em WASH em contexto rural;
  • Experiências em distribuição massivas;

Aptidões e competências

  • Licenciatura em áreas relevantes (Gestão de Desenvolvimento E Engenharia Civil,) ou outras áreas;
  • Experiência provada no sector da Mobilização Comunitária, Construção e Distribuição.

Outros requisitos

  • Direitos Humanos e Género;
  • Capacidade para facilitação e mobilização da comunidade;
  • Capacidade de supervisão de obras e actividades;
  • Capacidade de liderar e treinar equipes;
  • Capacidade de elaborar relatórios detalhando as actividades empreendidas e dados colectados;
  • Conhecimento e compromisso forte com os princípios humanitários fundamentais, a igualdade de género e a protecção das crianças.

Requisitos adicionais

  • Perfil de trabalho dinâmico e facilidade de trabalhar sob pressão.
  • Conhecimentos informáticos: GIS e Kobo;
  • Conhecimento em liguas locais Macua, Maconde e Muani;
  • Excelente capacidade de comunicação tanto em Português (falado e escrito).
  • Conhecimento do Microsoft Office (em particular Excel e word)

Condições da oferta

  • Incorporação: Imediata
  • Tipo de contrato: Tempo Certo
  • Período: Março à Julho de 2023 prorrogáveis.
  • Centro de Trabalho: Pemba - Cabo Delgado
  • Remuneração em conformidade com a política de remuneração da Ayuda en Acción;
  • Prazo da Publicação: 15/03/2023

Em todos os processos de selecção teremos em conta os critérios de NÃO discriminação com base no sexo, raça, cor da pele, religião, ideias políticas, origem social, orientação sexual, idade, etc., proporcionando um processo transparente e de igualdade de oportunidades para todos os candidatos, tal como estabelecido no nosso Código de Conduta. "Tratar todas as pessoas com respeito e rejeitar qualquer tipo de assédio, discriminação, intimidação, exploração ou qualquer outra acção contra os Direitos Humanos".

Processo de candidature:

https://empleoayudaenaccion.talentclue.com/es/node/add/cv/job/95660734/company/37067300/66909823?clicked_button=apply_manually



Comentários

Postagens mais visitadas