4 Oficiais Distritais

A Girl Child Rights (GCR) é uma Organização da Sociedade Civil (OSC) moçambicana com a missão de desenvolver soluções inovadoras e sustentáveis para prevenir e responder à violência contra adolescentes e jovens mulheres, incluindo aquelas com deficiência. Actualmente, a GCR está à procura de quatro Oficiais Distritais para integrar o projecto "Mulher Paz e Segurança" nos distritos de Barue (Manica) e Ancuabe, Montepuez e Chiure (Cabo Delgado).

 

Objectivo Principal do Projecto:

O objectivo central do projecto é permitir que mulheres e raparigas desempenhem um papel activo na construção de paz e resiliência sustentáveis, além de se beneficiarem das medidas de prevenção de conflitos e desastres em Moçambique.

 

Responsabilidades e Tarefas:

Elaborar, planejar e executar as actividades de Empoderamento Económico das Raparigas e Mulheres (EEMR) conforme o plano anual da GCR.

Estabelecer parcerias estratégicas e mecanismos de desenvolvimento económico com fornecedores e investidores locais, fortalecendo a sustentabilidade dos grupos de EEMR em âmbito distrital e local.

Integrar, implementar e monitorar abordagens de EEMR em todas as áreas de intervenção da organização.

Realizar avaliações periódicas das necessidades dos grupos de Empoderamento Económico e implementar planos de acção para fortalecer suas capacidades e eficácia.

Promover feiras de negócios e exposições dos grupos de EEMR em cada distrito.

Garantir a inclusão de abordagens sensíveis a questões de género, violência baseada em género, deficiência, PSEA (Prevenção à Exploração e Abuso Sexual) e Desenvolvimento Positivo de Jovens nas intervenções de EEMR.

Facilitar treinamentos de capacitação para os membros dos grupos de Empoderamento Económico em colaboração com outros parceiros.

Garantir a legalização de todos os grupos de EEMR e a criação de contas móveis para transacções financeiras.

Preparar e submeter relatórios detalhados de todas as actividades de EEMR conforme o cronograma estabelecido, assegurando a qualidade e a credibilidade dos documentos.

Monitorar o funcionamento diário dos grupos, identificando áreas de assistência e promovendo visitas de monitoria das actividades do projecto para implementar planos de acção com base nas constatações.

 

Requisitos e Experiências:

Licenciatura desejável em Desenvolvimento Comunitário, Direito, Psicologia Social, Sociologia, Género ou áreas relacionadas.

Pelo menos 3 anos de experiência na Área de Mobilização Comunitária em Empoderamento Económico de Raparigas e Mulheres, Mulher Paz e Segurança e/ou Desenvolvimento Comunitário.

Experiência na organização de actividades comunitárias, como palestras, mesas redondas e debates, com enfoque em género e apoio psicossocial.

Habilidades de facilitação e gestão de grupos voltados para o desenvolvimento de capacidades.

Fluência em língua portuguesa, tanto na fala quanto na escrita. Conhecimento de línguas locais e inglês é uma vantagem.

Possuir carta de condução de veículos motorizados.

Experiência no uso de computadores e pacotes de software (MS Word, Excel, etc.), com conhecimento avançado de planilhas e bancos de dados, além de experiência em sistemas de gerenciamento baseados na web.

 

Como Candidatar-se:

Aos interessados que reúnem estes requisitos podem candidatar-se Seguindo as instruções do link abaixo para sua candidatura: https://bit.ly/mpsod

 

Prazo de Candidatura:

As candidaturas serão aceitas até o dia 15 de Agosto de 2023.

Localização da Vaga:

A posição está disponível nos distritos de Barué (Manica) e Ancuabe, Montepuez e Chiure (Cabo Delgado).

AVISO LEGAL:

A GCR não realiza cobranças em nenhuma fase do processo de recrutamento e não utiliza agentes de recrutamento.



Comentários

Postagens mais visitadas